top of page

LIVRARIA DA TRAVESSA IGUATEMI E OS MELHORES LIVROS DE MODA



Como eu vivo no Rio Grande do Sul, quase na metade do caminho entre a capital do estado e a capital de Montevidéu, no Uruguai, é muito raro eu ir a São Paulo. Se for contar, eu já fui mais vezes a Paris e me localizo melhor por lá do que em Sampa.


Pois bem, recentemente fui a São Paulo para um trabalho e acabei indo até o Iguatemi buscar uma mala que tinha comprado na Rimowa (acabei comprando da loja porque o modelo que eu queria estava esgotado no site). Cheguei direto pra pegar a mala e dou de cara com a livraria Travessa.


Fiquei tão emocionada com a livraria que fiz uma série de stories, que compartilhei imediatamente no meu instagram e por esse motivo não tirei boas fotos pra ilustrar esse post. Em uma próxima ida a São Paulo prometo fazer a cobertura completa.


Outro motivo é que eu estava puxando a tal mala pelo shopping e também estava com pouca bateria no meu iphone e tudo isso contribuiu para que eu não fizesse todos os conteúdos que gostaria.


Mas vamos lá, sobre a livraria eu fiquei encantada com a curadoria dos livros, não só de moda mas também de artes e os outros assuntos do meu interesse, como viagens e arquitetura, por exemplo.


Percebe-se que existe uma seleção criteriosa entre os livros que estão lá. A sensação é a mesma que sinto nas bibliotecas dos museus de arte que visito mundo afora. São livros que foram selecionados com o maior cuidado para estarem nas prateleiras, tal qual um objeto de arte.


Fiquei muito feliz com o fato de ter descoberto livros novos pela primeira vez. Isso é bem raro de acontecer, afinal já coleciono os livros de moda há 20 anos, então é uma alegria quando descubro um livro novo.


Vou compartilhar com vocês alguns desses achados:


Esse livro em especial tem fotos inéditas de Saint Laurent trabalhando em seu atelier. O nome do livro? Boa pergunta, não anotei, só fiz fotos aleatórias do livro, mas acho que chama Yves Saint Laurent: Naissance d'une Legende, porque procurei no site da livraria e achei similar a foto da capa com as fotos internas.


Um dos meus designers favoritos sem dúvidas é Yves Saint Laurent, e é um dos designers que mais tenho livros e biografias e claro, roupas e acessórios no meu closet!


"Eu penso que os criadores reagem ao sofrimento da mesma forma que resistiriam à morte, substituindo a imortalidade pela arte."


Essa foto fala tanto e evoca uma série de sensações em mim e acredito que em qualquer pessoa que precisou criar algo.


E ao ver Saint Laurent, em 1961 onde já era aclamado, podemos refletir sobre, mesmo quando um designer atinge seu auge, a dúvida e a ansiedade estão constantemente presentes no seu processo.




Biba foi uma marca famosa nos anos 1960 e 1970. Fundada em Londres, por Barbara Hulanicki ficou mundialmente famosa por vender roupas a preços acessíveis aos jovens de classe média britânica, no início do prêt-à-porter. Além disso, foi uma das disseminadoras da minissaia, criada pela também inglesa Mary Quant.


Anna Wintour inclusive foi vendedora na Biba, quando tinha 16 anos e foi uma marca de extrema relevância e importância para a história da moda inglesa.


A tal mala no canto da foto...


Esse livro foi escrito pela grande e importante figura na moda Edith Head.

A figura dela é tão icônica, que ela serviu de inspiração para a personagem Edna "E" Mode, do filme Os Incríveis.


Edith fez história por ser uma importante figurinista, responsável por vestir Audrey Hepburn, Sophia Loren, entre outros nomes de personalidades que marcaram tanto a história do cinema quanto da moda no mundo.


Nesse livro Edith dá dicas de como você deve se vestir para parecer mais jovem, mais bonita… ou como deve vestir-se para atrair mais amigos ou para ganhar mais dinheiro, porém o interessante é que as dicas são da década de 1960! Se você já se divertiu folheando as revistas femininas dos anos 1960, vai entender o que estou falando!


Ah, um fato interessante que aconteceu nesse dia é que conheci a Cris Arcangeli, ela estava fazendo um storie no meio da livraria e chamou a minha atenção, fui até ela e perguntei: "Cris?" Óbvio que fiquei toda sem jeito, não sabia o que falar, mas a mãe dela estava junto e estavam escolhendo um livro de moda.


O que poucos sabem é que a Cristiana Arcangeli foi a responsável por termos um calendário de moda no Brasil, ela foi a criadora do Phytoervas Fashion, que mais tarde tornou-se o SPFW.


Lembro que compartilhei nos stories esse fato também e várias seguidoras também ficaram emocionadas com o encontro!


Então essa foi a minha seleção e espero voltar em breve lá e separar mais uma lista de livros especiais e mostrar mais detalhes pra vocês!


Um beijo e até o próximo post!



Comments


pos.png
    bottom of page