SAUDADES DE VIAJAR...


Meu registro feito no Carnaval em Veneza



Hoje esse post é em ritmo de TBT! Quando eu criei esse blog, um dos intuitos era dividir um pouco minhas experiências de viagens.


Já que quando vou viajar, procuro indicações de blogs variados ou seja, com visões diferentes sobre o assunto: um visão mais cultural, gastronômica, e claro, uma outra sobre meus hobbies: moda, design e cosméticos!


Então quando comecei a escrever aqui, queria que servisse como referência unicamente para quem procura roteiros culturais sobre moda: museus e cultura de forma geral, mas com um olhar sobre a moda, uma curadoria de coisas que gosto de ver.

Acontece que eu não viajo tanto quanto gostaria, claro que conheço muitos países, visitei os maiores museus de moda do mundo e já fiz o chamado circuito Elizabeth Arden do jet set (Paris - Londres - Roma - Nova York), mas algumas dicas que fui absorvendo ao longo da vida de turista e também de profissional na área da moda com uma dose de curiosidade de uma "cool hunter".


Quando comecei a viajar sozinha já sabia sobre como um profissional da área da pesquisa deve “explorar” o local e extrair dele o máximo de sua cultura, afinal como designer, é importante explorar e descobrir o seu meio e perceber que tudo que acontece a sua volta tem o potencial para se transformar em pesquisa. Então a capacidade de viajar também deve ser uma etapa importante no processo de investigação. Conhecer outros países e outras culturas gera ao designer informações que podem e devem ser traduzidas para a moda.


Então revendo fotos e lembrando de alguns episódios percebo o quão ricas foram minhas experiências e como vamos aguçando o olhar e extraindo o máximo e claro, traduzindo essas experiências.


Lembro de uma passagem de um livro do Paulo Coelho onde um dos capítulos diz o seguinte: “Manual para viajar de verdade, e não apenas contar para os amigos que conhece outros países" e desde sempre esse foi o meu lema. Eu sempre dei preferencia a qualidade e não quantidade. Neste livro, ele fala para frenquentar bares, pois é nesses lugares que a vida da cidade se manifesta.


De fato, as nossas melhores experiências em outros países, minhas e do Alisson, foram no balcão de algum bar, na mesinha de um restaurante local, que não está nos guias, e que descobrimos por andarmos pedidos, sem pressa... pelas ruas, o segredo segundo ele é estar disponível, já que o melhor guia de turismo é alguém que mora no lugar e conheça tudo e que vai adorar dar as dicas para você!


Até porque uma viagem é uma aventura, é a liberdade e possibilidade de fazer coisas diferentes… dormir mais tarde ou acordar super cedo por uma boa causa, comer coisas estranhas ou desconhecidas… olhar as vitrines repletas de coisas com rótulos e cartazes escritos em uma língua completamente desconhecida.


Larga-se ao mundo dispostos a procurar e descobrir coisas diferentes em termos de sensações, estética, hábitos…

Sem hora, sem data e o melhor, sem destino.

O legal de viajar é que ela acontece antes/durante e depois. Antes quando estamos procurando o que conhecer, fazendo os trajetos e pesquisando… E durante quando estamos lá de fato, e depois, quando passam-se dias… meses e anos.


Quando olhamos o rolo da câmera e lembramos de algo, quando descobrimos que tal loja, hotel ou edifício possui um alto valor ou histórico que não hora em que estávamos lá não sabíamos, tudo isso vai deixando a experiência mais rica.


Tem viagens onde o legal é aproveitar para descansar e curtir a natureza e outras onde o intuito é ver a cultura. Experimentar o sabor local e único. Algo que as pessoas que ali vivem experimentam e comem no seu dia a dia.

Quando penso nessas experiencias, impossível não lembrar do escargot que comemos em paris, ou dos chapulines fritos que comemos no México. Obvio que no foram as coisas mais gostosas que comi na vida, mas foram as mais inusitadas e até divertidas.


O mágico de viajar é a experiência como num todo: o lugar que está se visitando e essas experiencias ficam pra sempre e pode acreditar que isso te ajuda a ter referenciais e um vasto repertório criativo, então vamos lá! Arruma as malas e se organize para a próxima aventura, combinado?



pos.png