VOCÊ ESTÁ DISPOSTA A PAGAR O PREÇO?



Hoje trouxe um tema polêmico nos meus stories. Polêmico porque ninguém no meu nicho de atuação (moda, modelagem, criação, costura...) está falando sobre isso e sinto que é meu papel trazer esse assunto.


E pra fazer sentido tudo que vou falar agora, é importante deixar claro o que fez eu vir pra internet falar sobre moda e educação, quando ainda não existia o mercado digital de educação como existe hoje. O que me motivou lá atrás foi o fato de o que eu falava aos alunos era de certa forma ignorado. Sim, ignorado, já que eu sempre falei sobre a importância de estudar de verdade, ir atrás de conteúdos que te diferenciem enquanto estudante e enquanto profissional e com isso eu acredito que para um profissional ter boas oportunidades ele precisa fazer o básico, que nada mais é do que se dedicar estudar de verdade e colocar a mão na massa executando e trabalhando.


Estudar de verdade como digo, é sentar na cadeira e estudar. É abrir um livro e de fato ler, é fazer um curso do inicio ao fim, é testar um molde de diversas formas, é se arriscar e tentar coisas novas e descobrir por si, é treinar uma ilustração, pesquisar um tema a fundo. Isso é estudar de verdade na nossa área, e que não tem relação nenhuma com a forma que as pessoas buscam conhecimento hoje em dia, de forma rasa com diquinha no instagram ou vídeo de 5 minutos no youtube.


Eu parei de produzir esse tipo de conteúdo porque entendi que o que eu estava fazendo ia contra o que eu acreditava. Eu não estava instigando meus seguidores e alunos, eu estava ali produzindo um conteúdo mastigado, uma resposta pronta, que sim é o que a maioria quer, mas a maioria que assiste e consome esses conteúdos tem o resultado que você quer ter?


Se a resposta é sim, está tudo certo e de verdade eu respeito sua decisão!


Porém se você sabe que existe um mundo maravilhoso além da sua zona de conforto, te convido a refletir sobre o que anda consumindo na internet e se dedicar de verdade para ser um profissional diferenciado no mercado. A boa notícia já posso te adiantar: nem todos estão dispostos a pagar o preço e por estar em sala de aula há mais de 10 anos e também já ter ensinado pra muita gente aqui no digital, sei que pouquíssimas pessoas estão dispostas e isso por o lado é bom para você que sonha em fazer diferença no mercado é que a concorrência é muito, mas muito baixa.


A sua concorrência está passando o dia no instagram, perguntando para as influenciares de costuras o "quanto devem deixar de margem de costura", "quantas telas devem usar pra fazer o vestido", "qual o melhor cetim"...


Volta e meia eu recebo esse tipo de pergunta, porém com uma freqüência cada vez menor. Lembro que quando fazia os lançamentos do curso, eu vivia com uma espécie de indignação com tudo isso e onde essas pessoas vão parar? Alguém realmente acredita que desse jeito vai aprender alguma coisa?


Parece que é papel do professor ou influenciador de hoje ficar distribuindo "esmolas" do seu conhecimento, com diquinha rápida que aparentemente estão contribuindo com algo na vida profissional, mas que na verdade são como uma esmola, que o faz ficar viciado e dependente pra tudo.


Aí cria na cabeça da pessoa aquele sentimento de dívida, um gatilho mental poderoso muito usado aqui na internet, mas de forma rasa, algo como "vou te dar essa diquinha e você será eternamente grato". Porém não funciona assim, dependendo do nicho, as pessoas viram reféns dessas diquinhas e vivem nesse looping sem fim, achando que tudo deve ser de graça, ou que aquele conteúdo gratuito vai mudar a sua vida e gente, vamos acordar, as coisas não são bem assim, principalmente se você quer ter uma carreira de verdade.


Outro insight que eu trouxe e foi bem poderoso pra mim, foi o de dar valor as coisas, ou seja, pagar o preço.


Se queremos ser reconhecidos e recompensados por algo, devemos também reconhecer e recompensar. É a lei do universo. Então se voce é do tipo sugador, que só fica atrás de tudo que é gratuito e não paga o preço de nada, não espere que alguém reconheça o seu trabalho e te valorize.


Me empolguei aqui e se você leu até o fim, me envia uma mensagem no direct falando o que achou?


Fiquei muito feliz com os feedbacks dos stories, estou feliz em ter seguidores que sentem a mesma indignação que eu e que estão dispostos a pagar o preço, que estão em busca de algo verdadeiro para suas carreiras e de verdade, pra mim não há nada mais motivador, por isso vim aqui escrever mais alguns "desabafos", espero que eles te ajudem a refletir!





.



pos.png