5 DICAS PARA VOCÊ QUE QUER ESTUDAR MODA



Estava conversando com uma aluna sobre estudar moda e lembrei de algumas coisas que eu fazia enquanto estudante e me ajudaram muito na época e quero compartilhar aqui hoje com vocês.

As dicas que eu vou passar aqui, foram coletadas durante mais de 20 anos como eterna estudante e também como professora, pois em contato com inúmeros alunos consigo ver uma padrão de comportamento e hábitos que alguns alunos de sucesso desenvolveram ao longo do tempo.

Bom a primeira delas é:


1- Aprenda a costurar ou ter uma noção básica de modelagem antes de ingressar no curso.


Sim, você aprenderá no curso a costurar e a modelar, porém como a carga horária é reduzida, o ideal é que você tenha ao menos noções de como controlar a máquina por exemplo.


Nos cursos de design de moda, as máquinas são industriais e eu percebia que na faculdade algumas colegas e depois como professora, também via que alguns alunos passavam um “perrengue” para aprender a controlar a máquina e depois entender como costurar uma peça.


Controlar o pedal da máquina é similar ao controle que devemos ter do carro na hora de dirigir, porém aí temos outro probleminha, pois normalmente os alunos começam a estudar antes de completarem 18 anos, então o controle do pedal costuma ser um pouco complicado no começo.


Eu entrei na faculdade apenas sabendo costurar, não tinha noção de molde.

Mas eu lembro de ver o sofrimento das minhas colegas e depois de alunas, ao tentar dominar a máquina de costura e mais ainda, tentar entender como funcionava a construção de uma roupa como um todo. E aí já aproveito para enumerar a segunda dica:

2- Aprenda moulage antes de aprender modelagem plana


Eu já tinha experiência de costura na fábrica, porém como o processo industrial é um pouco diferente de atelier, eu não tinha a noção da roupa como um todo, eu era apenas operadora de máquina.


Quando comecei no curso, na grade curricular as primeiras disciplinas eram de modelagem plana e após, no último semestre eu aprendi moulage.

Até então, foi um sofrimento pra mim, pois tenho sérios problemas com números. Tive uma base de ensino fundamental muito fraca e definitivamente não entendo nada dessa parte lógica, afinal sou de humanas…


No início eu achava que a culpa era dos professores, do método… procurei vários métodos e professores diferentes de modelagem plana, por fim entendi que não tinha jeito. Inclusive cheguei a desistir do curso. Nesse meio tempo ao invés de trancar o curso, comecei administração de empresas (mas também esbarrei na área contábil e desisti).

Resumindo, eu comecei a entender tudo que havia estudado anteriormente na modelagem plana, após ter contato com a moulage. Tudo passou a fazer sentido pra mim!


Depois quando virei professora, a disciplina de moulage era a primeira na grade curricular do curso, então os alunos já entendiam como funcionava o molde no corpo e depois sim, estavam aptos para estudar modelagem plana.


Esses alunos aprendiam moulage até mesmo antes de costura! E tínhamos muito sucesso na formação deles!


Infelizmente não são todos os cursos que respeitam essa mesma ordem, então meu conselho é que você busque esse conhecimento através de cursos livres ou tutoriais gratuitos, como ensino no meu canal. Ah, e caso você não saiba eu tenho um curso online onde ensino moulage do zero, com a mesma metodologia que usava em sala de aula!

3- Assista o máximo de filmes que puder …


Eu nunca fui muito fã de filmes, mas quando entrei na faculdade percebi que deveria “conhecer mais sobre o mundo” e os filmes costumam ser uma ótima maneira, além claro, dos documentários.


Eu fiz uma lista com filmes separados por décadas e nas férias ia até a locadora e alugava vários filmes e assista um atrás do outro, e fazia uma análise, como objeto de estudo.

Lembro que me obrigava a assistir mesmo os com enredos chatos, que eu não me identificava. Também costumava variar, não ficava presa ao estilo hollywoodiano, assistia cinema europeu também.

Assistir os filmes de forma organizada por décadas ajudou muito a entender história da moda, pois analisava o contexto histórico e também os figurinos de cada época.


Moda é comportamento, e comportamento é o reflexo do que vivemos, seja atualmente ou no passado, então é necessário entender o que já aconteceu no cenário mundial para termos referencias para criações futuras e também entender o porque de cada transformação e movimentos ”fashions”.


E sobre os porquês, já aproveito para dar a próxima dica que é:

4- Seja curioso sobre qualquer tema, se pergunte o "porque"!

A moda da mini saia na década de 1960 não surgiu por acaso, assim como o uso das cartolas, no período industrial da mesma forma. Seja curiosa ou curioso e se pergunte o porque de cada transformação da moda. Nada surge por acaso, tudo é reflexo de algum momento específico ou acontecimento.


A moda engloba sociologia, psicologia, filosofia. Ela é o retrato de uma sociedade e a roupa e tendências costumam ser um reflexo disso, e a melhor forma, além de estudar história é ter curiosidade e pesquisar mais a fundo cada transformação e o porquê.


Vou dar um exemplo, eu por sorte me considero uma pessoa bem curiosa e gosto de ser assim, pois a minha curiosidade


5- Aprenda a usar softwares


Outra habilidade que eu via como diferencial meu na época que estudava e também dos meus alunos: aprenda a usar o computador!


Hoje em dia, com o uso do celular muitas pessoas e principalmente, adolescentes, desconhecem como usar o computador. Porém existem softwares que todo o profissional que pretende trabalhar com moda precisa aprender que são os softwares de vetorização como o Corel Draw e Adobe iIlustrator e claro, o famoso Photoshop!


Isso sem falar em softwares específicos de modelagem, Excel... Word.


Então aprenda o básico de informática (caso você ainda não saiba), e tente se aventurar por esses programas, aprenda o básico para aproveitar o conteúdo que o professor lhe ensinará.


Nos cursos de design de moda o aluno aprende a usar os softwares enquanto aprende a desenhar, criar fichas técnicas e moldes. Mas se você ter uma pequena noção e domínio do mouse, conseguirá aproveitar mais o que o professor ensinará e consequentemente seus trabalhos e rendimento serão melhores.

Gostou das dicas? Se você coloca-las em prática tenho certeza que será um aluno e posteriormente um profissional muito requisitado na indústria!

pos.png