COMO MONTAR UM CURRÍCULO PARA TRABALHAR COM MODA: MINHA EXPERIÊNCIA



Como ter um bom currículo para trabalhar com moda? Ou melhor, o que deve ter no currículo e o que torna um currículo melhor do que os outros?


Gente, não tenho essa resposta pronta 100%, mas queria compartilhar com vocês dois modelos de currículos que tenho e que sempre funcionaram pra mim: o modelo Lattes e o modelo resumido, que chamo de currículo criativo.


Quando você tiver uma área de interesse para atuar, é importante que esteja de acordo e que você não encha lingüiça com informações desnecessárias. Seja objetivo!


Eu fiz muitos cursos na vida e obviamente alguns desses cursos nem aparecem no meu currículo, como por exemplo o curso de Atendimento ao Turista, ou Empretec, Vitrinismo... entre outros. Se você gosta de fazer cursos assim como eu e coleciona uma pasta cheia de certificados, o importante é organizar esses cursos de acordo com a área. Então neste mesmo exemplo, se eu estivesse concorrendo uma vaga para atuar na área de vendas, provavelmente os cursos de Atendimento ao Turista, Empretec e Vistrinismo, seriam bem avaliado, porém para trabalhar como designer de moda com criação de produtos, esses cursos são irrelevantes, entende?


Currículo grande, extenso com mil páginas só é valorizado em instituições de ensino, onde essas titulações fazem diferença, já em empresas isso não acontece, até porque penso eu, o setor de RH não tem tempo de ficar analisando mil cursos de coisas que não fazem diferença para a vaga, então se você não está concorrendo a uma vaga como professor, procure ser o mais objetivo possível!


Além desses pontos que citei, também tem a diferença entre currículo valorizado no Brasil e no exterior.


Percebo que no exterior, na área criativa é muito valorizado os seus hobbies e paixões. O contratante realmente valoriza isso, porém essa cultura já não é tão normal aqui no Brasil, pelo menos até o momento, pode ser que em alguns setores seja valorizado, juntamente com as soft skills!


Outra razão que deve ser considerada, é que normalmente o CV vem acompanhado do portfólio, e ele tem um peso ainda maior, pois comprova todas as habilidades descritas no currículo. Então sempre pense que o recrutador não tem tempo a perder lendo várias páginas, ou vários cursos que estão ali só pra fazer número. Certo?


Ah, e se você não sabe nada sobre portfólio, como e por onde começar, saiba que fiz um post com várias dicas aqui: Dicas para criar o seu portfólio de moda


E caso você queira saber sobre as melhores oportunidades e vagas no mercado da moda, não deixe de conferir o portal do Carreira Fashion. Eu já contei aqui pra vocês que eu olhava os cv's dos outros profissionais para ter uma ideia de cursos e formações e também sempre estava por dentro do mercado, caso quisesse trocar de empresa. Lá você tem acesso a mais de 6 mil empresas de moda, ou seja, praticamente impossível de não conseguir uma, não é mesmo? Porém lembre-se de fazer a liçã de casa direitinho!


Espero que este conteúdo te ajude na hora de você organizar seu CV. Boa sorte!

pos.png