top of page

TOUR POR BARCELONA: UM RESUMO DE TUDO QUE ACONTECEU


Antes de começar a falar de Barcelona, queria compartilhar o motivo da escolha dessa foto: Nessa viagem estou em busca de novas oportunidades dentro do meu campo de atuação e também de conhecimento. Então a escolha dessa foto ilustra bem o que vem a seguir!


Essa é a segunda vez que venho a Barcelona e pelo mesmo motivo: a moda!


Em 2007, janeiro para ser mais específica, cheguei aqui para uma feira importante do setor do vestuário, a Bread and Butter. A feira era tradicional em Berlim, porém naquela época o destaque era Barcelona, então me organizei e fui. Como tenho blog desde essa época, consegui trazer para esse espaço o relato da viagem aqui!


Até hoje acho que foi a maior experiência de feira no segmento que visitei. Lembro que era uma feira excelente para fazer pesquisa de moda, o WM impecável, as pessoas estilosas, as novidades... Então aquilo tudo para uma estudante de moda era mais divertido que a Disney.


Meu intuito ao visitar as feiras de moda sempre foi conhecer mais sobre o mercado, entender o funcionamento da moda e claro, fazer networking e acrescentar essas experiências ao meu CV e portfólio. Sobre isso eu já fiz alguns conteúdos e você pode encontrar aqui no blog.


Mas voltando a Barcelona, a experiência foi tão rica e de fato fiz contatos importantes, mesmo que na época fosse ainda estudante. Encontrei designers brasileiros importantes da época e pude conversar e aprender com eles.


Naquele ano eu estava fazendo meu intercâmbio em Portugal, então foi uma passada rápida, apenas para visitar a feira, mas ainda lembro dos passeios pelo Bairro Gótico, o Museu Picasso e o Museu Têxtil.


Estar aqui, passados todos esses anos é uma mistura gostosa de emoções, lembrar quais as minhas ambições naquela época, o sonho de ser uma designer e ter de fato me tornado uma e depois mudar os caminhos. Eu gosto de ficar divagando e pensando nisso, principalmente quando estou viajando, aproveito pra viajar em todos os sentidos.


Bom, vou contar rapidinho o que é legal fazer aqui para você que me acompanha, trabalha com moda e gosta das minhas dicas e roteiros de moda pelo mundo:


MUSEU TÊXTIL E DA INDUMENTÁRIA


O museu fica em conjunto com o Museo Del Dessiny e se você leu o roteiro de 2007, saiba que embora tenham o mesmo nome, hoje o museu que mostrei não existe mais, porém pelo que entendi o acervo é o mesmo, ou seja, o acervo do museu é composto pela indumentária e moda espanhola dos séculos XX e XXI e com algumas peças internacionais.


Sempre falo sobre a diferença entre moda e indumentária. Normalmente os museus apresentam o acervo completo contendo peças que fazem parte da história da moda e também da indumentária. E vamos fazer um parêntese, caso você não saiba essa diferença:


"Costume, Traje, Indumentária ou Vestimenta é a roupa adotada pelos indivíduos em uma sociedade num determinado contexto histórico-social. Perceba que a indumentária precede e não carece da moda, enquanto a tendência e o estilo só aparecem quando surge a moda como fenômeno cultural.


Já a moda é o fenômeno social que estudamos hoje, ela surgiu em meados do século XV no início do renascimento Europeu. A palavra moda significa costume e provém do latim modus. A variação da característica das vestimentas surgiu para diferenciar o que antes era igual! Ok?


Então na parte do que chamamos "moda" o acervo é composto especialmente por peças de Cristóbal Balenciaga, este que é o motivo de eu estar de volta na cidade, pois eu farei um curso de Moulage com as técnicas usadas por Balenciaga no auge da Alta Costura e ensinadas por ele para sua modelista e por sim, aprendidas pelo professor Javíer Martin Galán.


Bom, mas a minha real motivação ao visitar os museus dessa vez é que estou em busca de materiais de Moulage para o meu livro, então fui direto ao acervo onde ficam os livros de moda, para fazer minha pesquisa e encontrar algo.

Na verdade passei antes no café do museu, e aqui já preciso compartilhar a dica. Esse café é um espaço muito legal para sentar um tempo e observar os locais. Embora também tivessem vários turistas, percebe-se que o público que frequenta são os catalões.


Museu do Disseny de Barcelona

Pl. de les Glòries Catalanes, 37-38 08018 Barcelona



LOJA DE TECIDOS: RIBES Y CASALS



Antes de falar da loja aqui, já adianto que os conteúdos técnicos sobre costura e modelagem estarão lá no blog www.moulagefrancesa.com. Aqui vou falar brevemente sobre os roteiros, certo?


Assim como venho compartilhando lojas de tecidos de diferentes cidades ao redor do mundo, compartilho com vocês essa loja: Conheci a Ribes y Casals por indicação de uma seguidora que vive em Barcelona e de uma aluna da mentoria, a Cirlene, que vive em Milão mas que tem amigos na Espanha. Como foram duas indicações de pessoas que trabalham com modelagem já aproveitei para visitar.


A Ribes y Casals é uma rede especializada em tecidos e que existe desde 1933. Em Barcelona está ​​​​localizada no coração da cidade, na Calle Roger de Llúria, 7, perto da Plaza de Catalunya e da Plaza Urquinaona.


A loja tem uma variedade de tecidos diversos e também materiais de costura, como tesouras, agulhas, réguas e outros materiais que usamos. Então vale a pena a visita se você estiver passeando por Barcelona.


Ribes Y Casals

Calle Roger de Llúria, 7, Barcelona


EOMETRIC


Fui até o endereço onde funciona a Eometric, que é uma escola de modelagem super famosa que tem um método próprio de modelagem, e que pode ser confundido com Moulage, porém são coisas distintas, além disso o método foi inventado por Estanislao. Tentei visitar a escola e entrei em contato com Estani, para pegar alguns materiais da escola, como a fita de estilo que eles usam, porém nessa data a escola estava fechada. Ficará para uma próxima.


Eometric Escuela de Patronaje

Carrer de Sant Pere Més alt, 1, 3ª planta, Barcelona


COMES & BEBES


O clima de Barcelona é tão convidativo que aproveitei para jantar fora todas as noites. Isso não é algo que eu faço quando viajo sozinha, normalmente estou cansada e prefiro comer qualquer coisa no hotel. Porém embora fosse inverno, o clima estava ótimo para sair.


Na primeira noite jantei esse carpaccio que parece pequeno na foto, mas o prato era enorme e na noite seguinte jantei um steak tartare no Boro Bar.


Eu e o Alisson gostamos de fazer descobertas aleatórias quando assunto é comida. Então como é um habito escolhi os restaurantes aleatoriamente e um deles foi muito legal, pois chegando lá descubro que é bem famoso. A comida excelente e o ambiente super cozy!


Boro Bar

Carrer de la Diputació, 289, Barcelona


ALEATÓRIOS


Fiz muitas coisas aleatórias em Barcelona, dentre elas comprei raquetes e materiais de Padel pro Alisson, porém vamos continuar com a nossa pauta que é moda.



É sabido que a Espanha é o berço do fast fashion graças a Zara, pioneira neste segmento e que é uma marca espanhola e queridinha por todos que amam moda. Hoje a Zara faz parte do grupo Inditex, juntamente com Massimo Dutti, Pull and Bear, Oysho, Bershka, Stradivarius, Uterque, Kiddy's Class e Zara Home. Também temos a Mango, que é outra queridinha espanhola.


Por conhecer e estudar há bastante tempo a história do fundador, suas estratégias e ações, posso dizer que sou fã da marca, tenho algumas peças e sempre indico o livro que conta a história de Amancio Ortega, o empresario por trás do grupo Inditex.


Aqui no Brasil temos a Renner, e sabemos que a Renner de Porto Alegre e grandes centros gauchos é melhor que a Renner em outros estados por exemplo, e o mesmo pensamento tenho para a Zara e Mango.


Embora o conceito fast fashion esteja mudando por inúmeros motivos, percebe-se através dessas grandes lojas a mudança de posicionamento, seja através dos tipos de produtos e WM da loja, especialmente em Barcelona.


Essas grandes redes estão espalhadas pela cidade em pontos estratégicos, porém é lindo de observar, principalmente para quem trabalha com arquitetura ou VM, como eles aproveitam as características de cada prédio e como ela é mantida. Não sou especialista no assunto, mas percebi esse contraste entre algumas lojas que remodelavam o interior mantendo uma estética contemporânea, entre outras que mantinham as características originais.


Exemplo do interior da Primark que é uma marca de origem irlandesa e tem o interior com muitas luzes uma atmosfera teen.


Claro que o posicionamento delas difere e isso impacta diretamente na escolha da organização da loja, onde uma marca direcionada para o target jovem vai ter mais peças espalhadas, luzes, música alta... mas comparando com outras lojas da Zara, em outros países, a escolha desses prédios chamou a atenção.


E aí, o que mais te chamou a atenção nesse resumo de Barcelona? Comenta lá no meu perfil do instagram, vou amar ler sua mensagem!


Beijos e até o próximo post!

Comentarios


pos.png
    bottom of page